Inscreva-se

Sobre o Curso

Há uma lacuna entre a formação musical e a gestão de um grupo/orquestra e é neste ponto que o projeto visa atuar.

A dinâmica do curso

O curso Técnicas e Boas Práticas para Regentes é composto por três módulos, com videoaulas, textos, partituras, exercícios práticos e fóruns.

O professor/tutor faz a mediação do aprendizado e o aluno tem também apoio técnico para o uso da plataforma Moodle.

Todos os participantes aprovados recebem certificado emitido pelo SESI-SP.

Público-alvo: Voltado a regentes que tenham experiência, com interesse em aprimorar e adquirir conhecimentos, normalmente não abordados nos estudos musicais, mas fundamentais para a direção e gerência de um grupo musical. O curso serve também a instrumentistas com boa formação musical e que queiram seguir a carreira de regente e, por meio de seus grupos, cameratas, orquestras, bandas e coros, possam promover o desenvolvimento musical da região.

Carga horária: 60 horas

Duração: 3 meses

Gratuito

Conteúdo Programático

Módulo I: 10 aulas
Conteúdo: Conhecimento histórico da Regência; responsabilidades do regente como músico e líder; conhecimentos básicos sobre marketing, captação de recursos por meio de patrocínios e Leis de Incentivo.

Módulo II: 11 aulas
Conteúdo: Princípios básicos do gestual; preparação para os ensaios com repertório pré-definido; conhecimento antecipado dos problemas musicais técnicos; aspectos que envolvem o concerto (apresentação) e sua posterior análise.

Módulo III: 11 aulas
Conteúdo: Noções básicas dos instrumentos e voz; os diversos modelos de funcionamento e questões estruturais de um grupo musical privado.

Coordenação pedagógica: Edson Beltrami

O maestro Edson Beltrami iniciou seus estudos musicais aos 6 anos de idade no Conservatório de Tatuí, onde formou-se no curso de Flauta Transversal. Atuou como 1ª Flauta Solo convidado da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp) e seguiu carreira também no exterior como flautista e maestro. Desenvolve, também, intensa carreira como compositor, sendo suas obras editadas e publicadas nos EUA. Foi um dos criadores e regente por 20 anos da Orquestra Sinfônica Jovem do Conservatório de Tatuí, onde hoje coordena da Orquestra Sinfônica e responde como Assessor Artístico do Conservatório Musical e Dramático de Tatuí.